10 regras para permanecer saudável – parte 2

by Miguel Gomes on 18 18Etc/GMT-1 Fevereiro 18Etc/GMT-1 2011

6 – Dedique tempo aos seus amigos

10 regras para permanecer saudável - parte 2Por incrível que lhe pareça, os seus amigos têm um papel importante na sua saúde, e mais ainda, esta importância já foi provada vários estudos científicos.

Esses estudos já demonstraram que as pessoas com fortes amizades têm um sistema imunitário mais robusto, e têm menor probabilidade de contrair doenças infecciosas. Em 2008, investigadores da Universidade de Harvard, descobriram que indivíduos que se relacionam socialmente estão mais protegidos contra a perda de memória e outras desordens cognitivas. Outros estudos relacionam as suas capacidades sociais com doenças cardíacas, enquanto que um estudo de 2009 revela que uma pessoa com poucas amizades, tem mais probabilidade de sofrer de doenças cardíacas, depressão e ansiedade.

Faça este pequeno exercício: uma ou duas vezes por semana, telefone ou vá falar com um amigo com quem não fala há algum tempo. Perca mais tempo a ouvir do que a falar. Os seus amigos vão apreciar e provavelmente terão conversas mais frequentes consigo.

7 – Mantenha o pH neutro

O corpo humano é mais saudável quanto está a um pH neutro (ou seja, não é ácido, nem alcalino). Quando eu pH baixa, o corpo sofre de uma condição chamada acidose que pode causar fadiga, respiração acelerada, problemas de estômago e confusão.

A alimentação actual, rica em carne e açúcar, potencia a acidose, e deve ser combatida com o aumento do consumo de vegetais.

Deve por isso consumir feijão verde, espargos, cenouras, pepinos, coco e abacates para aproximar o pH do seu ponto óptimo.

8 – Coma alho

Estudos têm demonstrado que o alho pode agir como um poderoso antioxidante e antibiótico, bem como reduzir a duração e o número de contipações que pode ter. Além disso, o alho tem-se mostrado eficaz na redução da pressão arterial, dos triglicerídeos e do colesterol.

Adicione alho às sua refeições, fará muito bem pela sua saúde.

9 – Faça uma desintoxicação regularmente

Problemas digestivos, fadiga, erupções ou dor muscular são frequentemente sinais de que poderia beneficiar com um programa de desintoxicação, a maioria dos quais exigem que limite o consumo de carne, e evite trigo, açúcar e álcool.
Um bom sítio para começar é ler a série de artigos Dieta e regime de desintoxicação do fígado.

Aproveite e faça sauna ou outro tipo de banhos numa sala bem quente. O seu corpo irá agradecer e livrar-se de muitas toxinas prejudiciais.

10 – Durma mais

A privação de sono tem o mesmo efeito biológico do stress: aumenta a produção da hormona cortisol, que lhe dá energia, mas restringe a produção da hormona do crescimento humano, limitando a capacidade do seu corpo se reparar.

Assim como o stress, perda de sono tem um efeito degenerativo na saúde, e a falta de sono também está ligado ao comprometimento da função imunológica.

Faça uma sesta de 20 minutos depois do almoço para ter uma tarde mais alerta com maior produtividade e permitir ao seu corpo descansar o suficiente para se manter saudável.