Argila – Uso da argila no tratamento de patologias II

by Miguel Gomes on 19 19Etc/GMT-1 Junho 19Etc/GMT-1 2008

Continuação do tópico Argila – Uso da argila no tratamento de patologias I

Como actua a argila?
Preparação da argila
Em aplicações externas e internas, a argila é anti-séptica e bactericida, pelo que impede o desenvolvimento de gérmens e absorve os maus odores.

Além disso, a argila

  • Atrai a si mesma todos os tóxicos.
  • Ao possuir um potente efeito regenerador e cicatrizante favorece a criação de novos tecidos.
  • Protege o organismo do excesso de radiações (raios X, cobaltoterapia) e equilibra-o quando lhe falta radioactividade natural.
  • É analgésica e refrescante, e por ser desinflamatória, recomenda-se para os casos de golpes, extracções dentais e infecções.
  • Actua sobre os sistemas ósseo, vascular e respiratório, e a sua acção nas fibras elásticas é primordial, assim como sobre os tendões, pele e sobre o tecido conjuntivo que envolve os músculos e outras estruturas corporais.


Como preparar?

Cataplasma

Para fazer a mistura use um recipiente de barro, cristal ou madeira, nunca de metal. Para remover utilize uma colher de madeira. Deite a argila vermelha ou verde num recipiente e junte, a pouco e pouco, água (sem cloro). Aguarde que a argila absorva a água e mexa até conseguir uma pasta. Aplique a pasta de argila sobrepondo camadas até alcançar a espessura adequada e tape-a com um pano de algodão e com algo que abafe para que seque o mais rapidamente possível.

Quando secar ou se tenha cumprido o tempo recomendado, retire a cataplasma com água.Nas inflamações superficiais agudas como picadas, golpes, feridas ou queimaduras, a argila actua pelo frio e perde a sua acção descongestionante à
medida que vai aquecendo, por isso é conveniente mudá-la por argila nova e fresca.Nas inflamações agudas muda-se
a argila sempre que aquece demasiado, hora a hora aproximadamente.

Invólucro

Dilui-se a argila em água abundante e fervida, fria ou quente, ou numa infusão adequada para cada caso. A água deve ficar lodosa. Depois introduzem-se as ligaduras ou telas e cobre-se com elas a parte a tratar. Esta forma de aplicação é boa para o tratamento de queimaduras, celulite, eczemas…

Banho de argila

Junta-se à água morna, argila vermelha ou verde até ficar lodosa (cerca de nove colheres de argila por meia banheira). Introduz-se o corpo inteiro ou a parte a tratar na água e se permanece assim durante o tempo recomendado para cada caso. Este tipo de aplicação resulta no caso das varizes, dor de costas, dermatites e outros problemas de pele.

No 3º post da série, falaremos do tratamento de algumas patologias com argila.