Perguntas e respostas sobre a acupunctura

by Miguel Gomes on 8 08Etc/GMT-1 Maio 08Etc/GMT-1 2008

Nota do blog: Este é um artigo convidado, escrito por Nuno Lemos do blog acupuntura.folhaa4.com

Aqui ficam algumas respostas às principais perguntas que se fazem sobre a acupunctura.

O que é a Acupunctura?

A acupunctura é uma técnica de tratamento com origem na Medicina Chinesa que consiste na inserção de agulhas em determinadas zonas do corpo. Na teoria tradicional chinesa considera-se que a inserção de agulhas vai activar o livre fluir do qi e regularizar as energias yin e yang do corpo.
Os chamados pontos de acupunctura, regiões onde se colocam as agulhas, foram catalogados ao longo de milhares de anos pelos chineses. Actualmente existem milhares de pontos descritos no corpo.
Consoante o problema da pessoa são seleccionados vários pontos nos quais se inserem as agulhas de acupunctura.

Como é uma agulha de acupunctura?
Uma agulha de acupunctura é formada pelo cabo, base, corpo e ponta. É uma agulha muito fina que é capaz de passar pelo lúmen de uma agulha usada em injecções.
Além de muito fina é flexível o que permite dobrar sem partir.

Quais os riscos inerentes à Acupunctura?
Caso a acupunctura seja feita por um profissional devidamente credenciado os riscos associados a esta prática são praticamente nulos. O risco de contágio de doenças infecciosas é nulo uma vez que as agulhas são esterilizadas e descartáveis.

A Acupunctura resulta em todas as pessoas?
Não. Em primeiro lugar devemos certificar-nos que a Acupunctura está a ser usada numa queixa onde tem realmente acção como na analgesia. Mesmo nesses casos a Acupunctura funciona em aproximadamente 70 a 80% dos pacientes.

É seguro fazer Acupunctura?
Se a formação do terapeuta for boa a Acupunctura é perfeitamente segura. Regra geral são usadas agulhas descartáveis. Estas agulhas esterilizadas são usadas só uma vez num paciente e depois enviadas para um contentor especial. Além das agulhas o terapeuta também deve usar algumas regras de assepsia básicas como desinfectar a pele e usar ou luvas ou algodão para não entrar em contacto com o corpo da agulha.
Ao contrário do que referido por médicos, a Acupunctura é perfeitamente segura se feita por terapeutas, alguns com mais formação e treino que os médicos.
No entanto, face à variedade de cursos o paciente deve sempre interrogar o terapeuta sobre o seu tipo de curso relativamente ao número de horas práticas e teóricas e duração do mesmo. Deve também pedir para ver o diploma de fim de curso pois muitas pessoas que exercem nem sequer têm curso feito.

Quais as doenças onde a Acupunctura pode ser usada?
A Organização Mundial de Saúde (OMS) considera que a Acupunctura pode ser útil em diversas patologias das quais se destacam:
Problemas respiratórios como asma.
Problemas digestivos como obstipação, diarreia, vómitos, dor de estômago, náuseas, etc…
Problemas do sistema nervoso como dores, paralisias, incontinência urinária.
Problemas da garganta nariz e ouvidos como dor nos ouvidos, congestão nasal, inflamação dos seios peri nasais.
Estes são alguns dos exemplos de problemas de saúde onde a acupunctura pode ser usada com benefício para o paciente.

A Acupunctura cura todas as doenças em que é usada?
Não. Em algumas doenças a Acupunctura pode curar totalmente. No entanto noutras a Acupunctura pode ser usada para tratar aliviando os sintomas e dando maior qualidade de vida mas sem curar a causa propriamente dita.
Por outro lado também se deve referir que o facto da acupunctura ser boa no tratamento de algumas doenças não significa que ofereça cura total. Imensos estudos científicos demonstram que algumas pessoas ficam totalmente curadas enquanto que outras apresentam melhoras nos sintomas mas não o seu completo desaparecimento. Estes estudos também demonstram que há sempre uma parte dos pacientes que não responde favoravelmente aos tratamentos.

A acupunctura é dolorosa?
Na China não se considera que a acupunctura seja dolorosa. As sensações obtidas são sentidas como se fosse o Qi e como tal são vistas como benéficas. No entanto, no Ocidente, as sensações obtidas como dormência, peso, frio, calor, formigueiro podem ser consideradas por algumas pessoas como incomodativas. A sensação de choque, muito comum, pode ser considerada como dor por muitas pessoas.
Existem pacientes que são hiposensíveis à acupunctura. Nestes casos a acupunctura não irá provocar muita dor. No outro extremo existem pacientes hipersensíveis que se podem queixar de muita dor.
O desconforto que o paciente pode sentir pode ter origem: (1) no nervosismo da 1ª consulta, (2) no uso frequente de pontos mais dolorosos e (3) no hábito de se fazerem manipulações mais fortes que o usual obtendo um efeito de “chamada de Qi” mais forte.
Na medida que os tratamentos decorrem alguns pacientes começam a ficar mais sensíveis com a estimulação das agulhas e podem desenvolver alguma intolerância às agulhas.

Onde me posso aconselhar?
Se tiver dúvidas não hesite em perguntar. Neste blogue posso responder às suas dúvidas mantendo a sua privacidade e dando uma segunda opinião caso deseje. Também posso recomendar diferentes terapeutas, consoante o seu problema, com especialidades nas diferentes áreas da medicina chinesa como dietética, fitoterapia, massagem e acupunctura.

Leave a Comment

Previous post:

Next post: