Tipos de chá feitos a partir da Camellia sinensis

by Miguel Gomes on 11 11Etc/GMT-1 Setembro 11Etc/GMT-1 2009

Tipos de chá feitos a partir da Camellia sinensisExistem três métodos fundamentais de processar chá a partir das folhas of Camellia sinensis. Todos os métodos começam da mesma forma. As folhas frescas são apanhadas à mão dos novos rebentos de Camellia sinensis. Recomenda-se usar ramos com 2 a 3 folhas. Depois são enroladas e desfeitas.

  • Um dos métodos consiste em torrar ou aquecer as folhas neste ponto, o que origina o Chá Verde. Este passo é necessário para remover qualquer humidade na folha, e para parar a fermentação. Assim, minimizam-se as reacções químicas e as enzimas oxidativas são inactivadas, em particular a reacção de oxidação catalisada pela da enzima polifenol oxidase (PPO) das catequinas da folha de chá (Wilson and Clifford, 1992).
  • Se as folhas forem deixadas em repouso por longos períodos de tempo após serem enroladas e moídas ficam pretas devido à oxidação. A oxidação escurece a cor das folhas mas também lhes permite novos compostos aromáticos, conhecidos como taninos. O aquecimento pára o processo e origina Chá Preto.
  • O terceiro método consiste em permitir que o chá apenas oxide parcialmente de modo que alguns dos aromas do chá verde fresco e alguns dos aromas mais fortes do chá preto sejam combinados. O aquecimento nesta fase origina Chá Oolong ou chá branco.

Há ainda um quarto tipo de chá, que é o Chá Vermelho, ou Pu Ehr (não confundir com o chá vermelho Rooibos), mas este baseia-se no segundo método, com a diferença que o tempo de fermentação é muito superior.

Série de artigos sobre o Chá Verde:

Leave a Comment

Previous post:

Next post: