Guia de Alimentos para Controlo do Colesterol

by Miguel Gomes on 25 25Etc/GMT-1 Maio 25Etc/GMT-1 2009

Se recebeu as últimas análises, e viu que o seu colesterol tinha disparado, não entre em pânico.

Em geral consegue-se baixar o colesterol, recorrendo unicamente a uma dieta mais controlada. O objectivo é livrar-se das gorduras saturadas, de maneira a fazer baixar o mau colesterol e a aumentar o bom colesterol, aproximando-nos assim de um equilíbrio saudável entre os dois.  (Num próximo artigo, falarei mais aprofundadamente no colesterol, bom e mau, neste momento vamos é tratar de fazer baixar esse colesterol!).

Convém fazer análises regulares para verificar como está a correr a sua dieta, de preferência análises clínicas, porque não tenho grande confiança nas análises rápidas que se fazem por aí.

Se os níveis continuarem altos, peça ao seu médico para fazer testes e exames mais exaustivos, para tentar perceber a causa do descontrolo dos níveis de colesterol.

Leia pois com atenção este pequeno guia, e comece a aplicar já hoje o que aqui leu.

I. Alimentos que pode comer à vontade
Produtos hortícolas – Abóbora, agrião, aipo, alcachofra, alface, beterraba, cenoura, cogumelo, couves, couve-flor, espargos, espinafres, grelos de couve, grelos de nabo, nabiça, nabo, pepino, pimento, rabanete, tomate.
Frutas de toda a qualidade.
Leite magro, iogurte magro, queijo magro (20% de gorduras), clara de ovo.
Gorduras polinsaturadas (se não tem excesso de peso) – Óleo de germe de milho, óleo de girassol, óleo de grainha de uva, óleo de soja, manteiga de girassol.
Farináceos – Pão, batatas, arroz, massa, leguminosas verdes (favas, ervilhas).
Chá.
Condimentos – Ervas aromáticas, vinagre, sal, sumo de limão, molho inglês, molho inglês, molho de tomate sem gordura.

II. Alimentos que deve comer em quantidade moderada
Carnes magras – Borrego (perna), carneiro (costeleta, fralda, pé), cavalo, vaca (alcatra, carne de cozer magra, cachaço, ganso magro, lombo, pé, rosbife magro), vitela (alcatra, costeleta, pé, peito magro), coelho, frango (peito, sem pele), perdiz (sem pele), peru (sem pele), pombo (sem pele).
Peixes magros – Cachucho, carapau, cherne, corvina, dourada, faneca, garoupa, goraz, linguado, pargo, peixe espada, robalo, ruivo, solha, lamboril.
Bebidas alcoólicas – Vinho maduro tinto.
Café

III. Alimentos desaconselhados
Lacticínios – Leite completo, leite condensado, nata, manteiga, queijos gordos (tipo Alverca, Alcobaça, Azeitão, Cabreiro, Ilha, picante, Rabaçal, Roquefort, Serra, Serpa, Tomar), requeijão.
Gema de ovo.
Carnes – Cabrito (pescoço), carneiro (peito, perna, pescoço), pato, porco, vaca (aba, bife, carne de cozer gorda, rosbife gordo), galinha, asa, pescoço de aves, carne fumada, carne em conserva, vitela (peito gordo).
Miudezas de animais – Arreigada de carneiro, chispe, língua, pezinhos de leitão, orelha de porco.
Orgãos e vísceras – Baço, coração, fígado, pulmão, rim e tripas.
Produtos de salsicharia.
Peixes – Bacalhau, cavala, chicharro, congro, enguia, salmonete, sarda, sardinha, sável, peixes fumados, conservas.
Moluscos – Ameijoa, berbigão, búzio, lapa, paula, mexilhão, ostra, polvo.
Crustáceos – Camarão, caranguejo, lagosta, lavagante, lagostim.
Gorduras – Banha, manteiga, margarina, óleo de amendoim, óleo de coco.
Cacau, chocolate e outros produtos achocolatados ou com ovos, gelados, bombons, bolos de pastelaria com ovos, natas, manteiga.
Frutas gordas e amiláceas – Amêndoas, amendoins, avelãs, azeitonas, castanhas, nozes, pinhões.