Esta é a continuação do post anterior da série sobre desintoxicação do fígado através da alimentação e de produtos naturais.

ALIMENTOS PERMITIDOS

LEGUMES

Comida saudávelCenouras, beterrabas, espinafres, nabos, feijão verde, grelos, beringelas, courgettes, abóbora, aipo, alhos franceses, rabanetes, batata doce, tomate, etc. (as pessoas que não suportam as fibras dos legumes devem consumir estes em purés, passados por uma máquina de cozinha).

SALADAS

Todas as variedades de alfaces, agrião, espinafre, erva-benta, acelgas, folhas de rábano, dente-de-leão, etc.

TEMPEROS

Alho, cebolinho, salsa, tomilho, estragão, coentros, hortelã, cebola.

CARNE

Para os que não desejam acabar completamente com o consumo desta devem no entanto reduzi-Ia e escolher de preferência: carneiro, boi, frango ou pato caseiro.

PEIXE

Não se deve abusar e escolher sempre peixe magro e de carne branca (pescada, cherne, pargo, linguado, azevia, galinha do mar, etc.).

FRUTA

Segundo as estações, maçãs, peras, uvas, morangos, pêssegos, ameixas, cerejas, damascos, bananas, ananás, etc.

CEREAIS

Devem consumir-se especialmente integrais, cevada, aveia, sarraceno, milho, milho miúdo, sémolas, flocos, farinhas (trampa, Quinta, de millet, de soja, etc.).

PROTEINAS VEGETAIS E SUBANIMAIS

Soja em grão e soja granulada, rebentos feitos a partir de sementes de soja, trigo, sésamo, bambú, algas Hiziki e Kombu, cogumelos, queijo fresco requeijão, iogurte natural, lentilhas, ovos (não de aviário e mesmo em certos casos são completamente interditos).

Os ovos provenientes de aviários são geralmente mal tolerados pelo fígado pois são o fruto do tratamento que os frangos de aviário tiveram (luzes ar­tificiais, hormonas, antibióticos) e sobretudo da alimentação que se dá a este tipo de criação. Os ovos de galinhas criadas à maneira antiga são normalmente bem tolerados não se devendo, no entanto abusar, e espe­cialmente não os cozinhando com gorduras.

Quando acompanhados com 1 legume verde (espinafres, por exemplo) a clorofila ajuda o figado a melhor absorver a gema.

OLEAGINOSAS

Nozes, amêndoas, avelãs, pinhões, são muito ricas, contêm óleos dificil­mente assimiláveis por um fígado doente e melhor será evitá-Ias durante o período mais restritivo. Quando o organismo estiver mais equilibrado pode retomar-se o seu consumo, pois são muito ricas em proteínas, nunca exagerando, no entanto.

FRUTOS SECOS

Ameixas, figos, peras, damascos, maçãs, passas, etc. são excelentes mas devem ser demolhados de véspera em água fervente. Juntam-se aos cereais do pequeno almoço, saladas de frutas, milhos doces, etc.

Série Dieta e regime de desintoxicação do fígado:

Artigos que podem interessar: